Category

Umanizzare Brasil

Category

Dez internos da Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI) receberam na última sexta–feira (20) os certificados de conclusão de curso profissionalizante de barbeiros. Eles são os primeiros internos da unidade que, este ano, passaram pela capacitação em cortes de cabelo masculino e design de barba.

O curso foi realizado pela Umanizzare Gestão Prisional e a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), em parceria com e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC/Itacoatiara), com carga horária de 60 horas.

A gerente técnica da unidade, Maria Domingas Printes, e o diretor da Unidade pela Seap,  Antônio Enriques, ressaltam que este é o primeiro curso profissionalizante do ano na UPI e que outros já estão programados para acontecer.

“Os cursos proporcionam aprendizado e posteriormente a abertura do próprio negócio. Eles têm uma grande oportunidade de emprego e geração de  renda, sem precisar pedir nada de ninguém, diminuindo as chances de reincidência”, comentou o diretor da UPI”.

Parceria de sucesso: A gerente do Senac/Itacoatiara, Solange Adegas, ressalta  aos formandos que o atual cenário dos barbeiros no mercado de trabalho é favorável, explicando que a  profissão voltou ser valorizada nos últimos anos por conta da solidificação da cultura do embelezamento que, no caso dos homens, exige cuidados com a barba.

“Os homens ‘invadiram’ um espaço antes dominado pelas mulheres e tornaram-se fiéis consumidores do mercado de beleza. Nós, do Senac, nos sentimos honrados em proporcionar o conhecimento aos alunos e acreditamos que, com este curso, os reeducandos podem ter a oportunidade de tornarem-se empreendedores e cidadãos qualificados para fornecer seus serviços a sociedade”, disse  a gerente.

Também estiveram presentes na entrega dos certificados dos presos, a supervisora pedagógica, Josemara Sounier, e a docente de beleza, Dessana Rebecka, do  Senac de Itacoatiara. Josemara se disse “feliz em capacitar mais uma turma em parceria com a empresa Umanizare e já de olho nos próximos cursos”.

O reeducando, Diego Lopes de Castro, é um dos que concluíram o curso. Ele acredita que, para exercer a profissão, não vai precisar de equipamentos caros e sim de um tratamento diferenciado junto aos clientes.

“Agora temos um curso que nos possibilita trabalhar e ter uma renda após sair daqui. Estou apostando que minha  mão de obra fará a diferença para que os clientes retornem” afirma o reeducando.

Entenda a profissão: O barbeiro é o profissional responsável pelo embelezamento dos cabelos masculinos, realizando cortes, design de barbas, bigodes e acertos de costeletas. O Brasil é o segundo maior consumidor mundial de cosméticos para homens. O faturamento masculino mais que dobrou nos últimos cinco anos, segundo pesquisa da Associação Brasileira de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC).

Neste aspecto, a gerente técnica da UPI, Domingas Printes, diz que o curso visa atender a expressão desse mercado, cujo número de empreendimentos em barbearias tem crescido significativamente no Estado do Amazonas.

“Outro aspecto fundamental é que a associação da marca Senac amplia as oportunidades de emprego e negócios por ser reconhecida no Brasil e no exterior. É  um aval de que o apenado passou por esta formação com qualidade, o que aumenta a credibilidade por empresários e clientes” finalizou Domingas.