Category

IPAT

Category

Dois reeducandos do Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat) fabricaram em nove dias, um total de 1 mil pares de chinelos tamanhos 41/42. Os reeducandos confeccionam os chinelos na mini fábrica instalada dentro da unidade prisional, que funciona por meio de uma parceria entre a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e a Umanizzare Gestão Prisional.

De acordo com a assessora de projetos da Umanizzare, Maria Domingas Printes do Carmo, no dia 22 de janeiro iniciou-se mais um mês do projeto de fabricação de chinelos do Instituto Penal Antônio Trindade, onde participaram do projeto dois reeducandos: Mateus Trindade Sales e Robson dos Santos da Silva.

“O objetivo é capacitar os reeducandos na fabricação de chinelos e também proporcionar o projeto de remição pelo trabalho, onde a cada três dias trabalhados o reeducando poderá remir um dia de pena, conforme o que prevê o artigo n° 126 da Lei de Execução Penal”, disse Domingas Printes.

Conforme a assessora de projetos, é através da realização das atividades que os reeducandos passam a ter conscientização e capacitação profissional, desenvolvem a ressocialização, aproveitamento profissional e reflexão de vida social.

Para o reeducando Mateus Trindade Sales, a oportunidade que recebeu é uma coisa boa, pois está adquirindo uma profissão para quando sair.

Domingas Printes explicou que o incentivo e a oportunidade dada ao reeducando através do trabalho, proporciona uma visão diferente do ambiente de cárcere.