Últimas notícias
Projetos Umanizzare

Seap entrega mais de 30 mil máscaras descartáveis à Susam

Compartilhe no Google+ Compartilhe no Pinterest Compartilhe no LinkedIn Compartilhe no Tumblr

A confecção de máscaras descartáveis no sistema prisional do Amazonas possibilitou a entrega de 31 mil itens do produto na Central de Medicamentos do Amazonas (Cema), na última quinta-feira (09). Os equipamentos são resultado da parceria entre as secretarias de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e de Saúde (Susam). Na ocasião, as unidades Penitenciária Feminina de Manaus (PFM) e Instituto Penal Antônio Trindade (IPAT) sob gestão da Umanizzare, participaram do projeto.

No final do mês de abril, outras nove mil máscaras foram entregues à Susam, perfazendo um total de 40 mil. O órgão vem trabalhando em conjunto com a Seap desde o início das ações de combate à pandemia do novo coronavírus, fornecendo insumos para a confecção dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s).

Os trabalhos de confecção de máscaras tiveram início no Núcleo de Costura da PFM, que integra o programa “Trabalhando a Liberdade”. Na unidade, 12 internas foram capacitadas com o curso “Produção de Máscaras Triplas Descartáveis” realizado em parceria com a empresa RH Multi Serviços Administrativos Ltda.

O secretário da Seap, coronel Vinícius Almeida, ressaltou a participação das reeducandas no projeto de ressocialização. “Elas puderam se sentir úteis para a sociedade realizando o trabalho de confecções de máscaras e reduziram suas penas com as atividades que realizaram”.
Almeida lembrou o início dos trabalhos. “Começamos com cinco máquinas e uma pequena produção. Conseguimos ampliar a confecção e estamos trabalhando para alcançarmos a meta de 120 mil máscaras fabricadas no sistema prisional”, pontuou.

O projeto “Núcleo de Costura” foi ampliado para outras três unidades: Centro de Detenção Provisório de Manaus II (CDPM 2), Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e Ipat.

Doações – Além das entregas à Susam, a Seap também distribuiu os EPI’s para o Batalhão de Choque da Polícia Militar do Amazonas, unidades prisionais do interior do Estado e Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas). Todo o sistema prisional (entre servidores, agentes de socialização, internos e, agora também, os visitantes) também é assistido pela distribuição dessas máscaras.

Texto: Jamilly Nascimento
Colaboração: Santafé Ideias
Fotos: Divulgação/Seap

Publique um comentário