Category

CDPM

Category

Umanizzare elaborou um calendário para que o “Projeto Harmonizar” contemple todas as unidades.

Os reeducandos da Enfermaria Psiquiátrica do anexo do Centro de Detenção Provisória de Manaus (CDPM) estão recebendo aulas de violão, por meio do “Projeto Harmonizar”. 

A atividade é desenvolvida pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e a Umanizzare Gestão Prisional, empresa que faz cogestão em cinco presídios do Amazonas. O “Harmonizar” tem como finalidade levar momentos lúdicos, bem como de promover a ressocialização por meio de cursos musicais nas modalidades de canto coral e violão em grupo. 

De acordo o professor de música, Miquéias Fernandes, os reeducandos são bem receptivos ao projeto.  “A ideia é oferecer aos internos uma atividade que promova o resgate da autoestima e a dignidade humana, aproveitando-se o tempo ocioso das apenados para cantar, fazer música e ressocializar”, explicou Miquéias. 

Ainda, segundo ele, foi escolhido para as aulas canções folclóricas e sertanejas, visto que são músicas com acordes simplificados, ritmos regionais e sem tanta dificuldade de serem executadas, além de possuírem letras que transmitem mensagens de reflexão. 

Cronograma de aulas

A Umanizzare elaborou um calendário para que o “Projeto Harmonizar” contemple todas as unidades. 

Atualmente, cinco internos da Enfermaria Psiquiátrica do anexo do Centro de Detenção Provisória de Manaus (CDPM) recebem semanalmente as aulas de musicalização.  

“As aulas são uma ruptura com a rotina de reclusão que eles vivem, pois há a necessidade de se expor socialmente, trocar impressões, atuar em grupo. Além de aprenderem a tocar instrumentos e a usarem a própria voz como meio de expressão, os reeducandos conhecem os diversos ritmos musicais de diferentes épocas”, disse a coordenadora de projetos da Umanizzare, Maria Domingas Printes.