CDPF

Reeducandas do CDPF assistem ao filme “Minha mãe é uma peça”

Compartilhe no Google+ Compartilhe no Pinterest Compartilhe no LinkedIn Compartilhe no Tumblr

Uma mãe divorciada, aposentada e superprotetora que precisa lidar com o fato de que os filhos cresceram e começam a achá-la inconveniente. Este é o enredo da comédia que tem Paulo Gustavo (Dona Hermínia) como personagem principal do filme “Minha mãe é uma peça”, que será exibido nesta quarta-feira (05) na  programação do Projeto Cine Cultura, para as internas do Centro de Detenção Provisória Feminina (CDPF).

O Projeto Cine Cultura é uma atividade desenvolvida pela Umanizzare Gestão Prisional, empresa que faz cogestão em seis unidades da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), para promover momentos de lazer e de reinserção as internas.

As atrações são selecionadas por uma equipe técnica formada por psicólogas da Umanizzare, de acordo com o tema a ser abordado e buscam trabalhar os conflitos, educar e orientar ludicamente os presos.  Após o filme, é aberto um espaço para debates onde os reeducandos expressam opiniões sobre o filme e a experiência adquirida.

Uma das reeducandas que participou da atividade, disse que de forma bem humorada, o filme trouxe boas lembranças dela com as filhas. “Muito idêntico ao que vivia com minhas filhas – o convívio, os dilemas, as implicâncias e o amor maior que o mundo. Eu tenho tido muita saudade desses e outros momentos com minhas filhas.”

Publique um comentário