IPAT

Fábrica de chinelos do IPAT permite remição de pena pelo trabalho aos participantes

Compartilhe no Google+ Compartilhe no Pinterest Compartilhe no LinkedIn Compartilhe no Tumblr

Desde que foi inaugurada no dia 3 de outubro, a Fábrica de Chinelos do Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), localizado no km 08 da BR-174 (Manaus-Boa Vista), não parou de produzir. 

Só na última semana do mês de outubro, entre os dias 25 a 31, foram fabricados mais de 1000 pares de chinelos com numeração 41/ 42. 

Três reeducandos da unidade integram o projeto de ressocialização “Trabalhando a Liberdade”, desenvolvido pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e a empresa Umanizzare Gestão Prisional, empresa cogestora de cinco presídios do Amazonas, que tem como objetivo capacitar os reeducandos na fabricação de chinelos para suprir a demanda contratual da empresa junto ao Estado.

“Além disso, através da realização dessa atividades os reeducandos ganham o direito à remição de pena pelo trabalho e uma qualificação profissional”, disse a coordenadora de projeto, Maria Domingas Printes.

Publique um comentário