Notícias

Presídios do Amazonas terão calendário especial no “Mês das Crianças”

Compartilhe no Google+ Compartilhe no Pinterest Compartilhe no LinkedIn Compartilhe no Tumblr

Os filhos das pessoas privadas de liberdade do sistema penitenciário amazonense terão todo o mês de outubro para celebrar o Dia das Crianças. Nos próximos dias, a criançada vai receber a atenção e o carinho dos pais em atividades de confraternização e festejo realizadas pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e a Umanizzare Gestão Prisional, empresa que faz cogestão de cinco presídios no Estado.

A programação será realizada no espaço do projeto “O Pequenino” e na recepção dos familiares, que serão decorados pelos próprios internos, com base nos cursos oferecidos pela empresa, como por exemplo o de Ornamentação de Balões.

A gerente técnica da Umanizzare, Sheryde Karoline ressalta que a Umanizzare acredita não apenas na importância da ressocialização do reeducando, mas também da participação e bem-estar da família dos mesmos. “Prezamos pela qualidade de vida dos internos, e uma das formas de garantir isso é investir em ações que reúne os reeducandos com seus familiares”, ressaltou Sheryde. 

Durante todo mês de outubro e conforme programação estabelecida as crianças poderão participar de brincadeiras como a corrida do saco, caça ao tesouro, dança da cadeira entre muitas outras atividades. A maioria dos brindes que serão distribuídos para a meninada foram confeccionada pelos próprios reeducandos, como aviõezinhos, unicórnios e carrinhos, com material reciclado. 

Os colaboradores da área técnica e operacional ficaram responsáveis por recepcionar a criançada – com picolés, doces, salgados e refrigerante, sempre acompanhados dos familiares, proporcionando a diversão dos pequenos.  

“Consideramos de extrema importância ações como esta, que valorizam a qualidade de vida dos reeducandos, promovendo momentos junto à família. Estamos tomando todos os cuidados para que, neste evento, crianças se sintam acolhidas no ambiente prisional, transformando o ambiente em algo mais lúdico e divertido”, finalizou o secretário da Seap, coronel Vinícius Almeida.

Publique um comentário