Notícias

Projeto de música nos presídios do Amazonas estimula a criatividade dos reeducandos

Compartilhe no Google+ Compartilhe no Pinterest Compartilhe no LinkedIn Compartilhe no Tumblr

Internas do Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF) estão recebendo aulas de musicalização, por meio do “Projeto Harmonizar” – desenvolvido pela Umanizzare Gestão Prisional, empresa que faz cogestão em seis unidades da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).

O curso de música, nas modalidades – canto coral e violão em grupo, está avançado na unidade, as aulas começaram em abril e as reeducandas já escolhem os repertórios que serão apresentados nas festividades natalinas e de virada do ano.

Ao final deste mês, as internas devem receber os certificados de educação musical e uma nova turma já foi selecionada para iniciar a atividade.

As atividades do “Harmonizar” são desenvolvidas uma vez por semana, quando o professor vem até a unidade e se reúne com as alunas em um espaço destinado a atividade. Em um período de três meses em um total de 12 aulas, com turmas de 6 a 12 detentas.


Projeto de música “Harmonizar” foi criado exclusivamente para os reeducandos (as) do sistema prisional do Estado, estimula a criatividade dos presos (as) por meio de uma linguagem artístico-musical.

O objetivo do projeto é promover a ressocialização e a consequente reinserção das internas ao convívio social, através do aprendizado e de atividades musicais desenvolvidas nos presídios, com noções para flauta doce, violão em grupo, canto e coral.

De acordo com a gerente de projetos da Umanizzare, Maria Domingas Printes, as reeducandas são bem receptivas ao projeto.  “A ideia é oferecer as internas uma atividade que promova, o resgate da autoestima e a dignidade humana, aproveitando-se o tempo ocioso das apenadas para cantar, fazer música e ressocializar”, explicou Domingas.

O professor de música, Miquéias Fernandes, ressalta que o projeto é realizado desde 2018 nas unidades prisionais cogeridas pela Umanizzare. “Como experiência pessoal, as aulas estão sendo bem gratificantes, porque tenho visto o retorno de todo o trabalho. A música tem a função de transmitir algumas mensagens que algumas vezes somente a palavra falada não consegue. A música envolve sentimento, sonorização e mudança de sentimentos”.

Projeto Harmonizzar – O projeto foi criado exclusivamente para os reeducando do sistema prisional do Amazonas e tem como principal finalidade o resgate da autoestima e a dignidade humana, aproveitando-se o tempo ocioso dos(as) apenados(as) para cantar, fazer música e ressocializar.

Publique um comentário