Notícias

Reeducandas recebem certificação em curso de manicure e pedicure

Compartilhe no Google+ Compartilhe no Pinterest Compartilhe no LinkedIn Compartilhe no Tumblr

Cerca de nove reeducandas do Centro de Detenção Provisório Feminino (CDPF) receberam certificação de qualificação profissional no curso de manicure e pedicure, que aconteceu nessa primeira semana do mês de agosto. Com a certificação, as detentas estão  aptas a trabalhar em salões de beleza ou abrir o próprio negócio.

A capacitação é promovida pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) em parceria com a cogestora das unidades prisionais, a Umanizzare Gestão Prisional, por meio do “Projeto Lisbela”, que reduz a pena mediante cursos profissionalizantes.

 

 

De  acordo com a assistente social da unidade, Mariana Marques, a cadeia, muitas vezes, gera transtornos, como depressão e variações de humor que contribuem para problemas enfrentados pelas reeducandas dentro das unidades prisionais.

“As atividades desenvolvidas nas unidades prisionais são importantes na vida das reeducandas, pois ajuda na recuperação da autoestima”, afirma a assistente social.

Mariana Marques disse que uma das internas relatou que sempre teve o interesse de fazer o curso de manicure quando estava fora da unidade prisional, mas, não tinha oportunidade por ser muito concorrido. “Apesar de se encontrar nessa situação privada de liberdade, o curso serviu para que a reeducanda ganhasse o conhecimento e as práticas sobre manicure e pedicure”, ressaltou a assistente social.

Projeto Lisbela – é realizado em uma sala que segue o mesmo modelo padrão de um salão de beleza, com lavatórios, cadeira, espelhos, poltronas de cabeleireira, cadeiras para manicure, secador, chapinha, máquina de cortar cabelo, enfim, todos os equipamentos necessários para que as alunas do curso possam vivenciar as aulas práticas, dentro de um ambiente profissional de trabalho. O objetivo do projeto é a ressocialização das reeducandas, por meio do empreendedorismo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publique um comentário