Notícias

Presos têm programação de Páscoa

Compartilhe no Google+ Compartilhe no Pinterest Compartilhe no LinkedIn Compartilhe no Tumblr

                Unidades prisionais, cogeridas pela Umanizzare Gestão Prisional, tem programa de atividades com os reeducandos para celebrar a Páscoa. 

Internas da Penitenciária Feminina de Manaus (PFM) participam de curso do “Projeto Mãos Livres”, para aprenderem a confeccionar ovo de páscoa artesanal.  A produção será distribuída entre as detentas da unidade prisional.

O curso é desenvolvido para proporcionar às presas atividades manuais de natureza terapêutica, além de oferecer acesso a um trabalho que auxilia na quebra da tensão do ambiente prisional, com direito a remição de pena.

De acordo com a assessora técnica da Umanizzare, Denise Façanha, a estimativa é que as internas produzam em torno de 100 ovos de chocolate, que serão distribuídos durante a programação de celebração da Páscoa.

“Elas irão distribuir os ovos entre as colegas de cela e no dia 9 de abril faremos uma celebração com um culto ecumênico para celebrar este momento pascal. Logo após esse período, faremos a entrega dos certificados do curso para as reeducandas”, explicou Denise.

As internas do Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF) também passam por cursos, e atualmente estão aprendendo técnicas em EVA com o tema Páscoa. As lembranças confeccionadas serão entregues nos pavilhões e aos familiares.

As atividades também estão aceleradas entre os reeducandos do regime fechado do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj Fechado) que participam do “Projeto Mãos Livres”. Os internos estão confeccionando lembranças da páscoa para os familiares. A confraternização pascal será realizada nos dias 7 e 8 de abril, quando serão distribuídos livretos de passagem bíblica, além de uma exposição em painel de frases, versos e desenhos feitos pelos reeducandos.

Denise Façanha enfatiza que o objetivo é sensibilizar os internos e familiares sobre a importância da Páscoa e seu real significado. “A intenção é estimular a vivência dos valores cristãos e auxiliar na construção de um ser humano melhor, além de incentivar os custodiados a terem uma relação harmoniosa com suas famílias e com as demais colegas da unidade”, enfatizou a assessora.

Na Unidade Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI), os reeducandos vão participar de cultos religiosos e terão momentos de entretenimento com as crianças no “Espaço Pequenino”, com a entrega de brindes e atividades lúdicas entre os internos e os familiares.

“Dentro do cristianismo, diferentes religiões e denominações celebram a Páscoa de maneira diferente, estas atividades visam proporcionar aos detentos e seus familiares momentos de lazer, conhecimento e reflexão, o que, consequentemente, auxilia no convívio mais harmonioso entre eles e na reinserção social”, afirma a gerente técnica da (UPI), Domingas Printes.

Publique um comentário