Category

Notícias

Category

Reeducandos do Centro de Detenção Provisória de Manaus
(CDPM) participam nesta terça-feira (26) do projeto de
“Remição pela Leitura”. O projeto é desenvolvido através
de uma parceria entre a Secretaria de Estado de
Administração Penitenciária (Seap) em parceria com a
gogestora da unidade prisional no Amazonas, Umanizzare
Gestão Prisional.
De acordo com a psicóloga da unidade, Flávia Bueno, as
atividades de leitura acontecem semanalmente na unidade
prisional e tem como principal objetivo, levar um momento
educacional e de construção intelectual para os presos que
buscam na educação, uma alternativa de mudança de vida.
Segundo a psicóloga, o projeto de remição pela leitura exige
dos presos dedicação, para que possam se sair bem nos
testes que acontecem durante o desenvolvimento do projeto
educacional.
“Os reducandos recebem livros e tem que ler e se preparar
para o momento de avaliação, que acontece no formato
escrita e oral, em dois momentos”, disse a psicóloga.
Flávia Bueno explicou que uma banca avaliadora, composta
por profissionais da própria unidade, e também, do público
externo, é montada para avaliar o desempenho dos
reeducandos envolvidos na atividade educacional.
Conforme a psicóloga, além da remição pela leitura, o
projeto tem o objetivo de proporcionar acesso à cultura e a
educação. Para a profissional, o projeto estende a visão dos
internos para novas experiências e perspectivas de vida.
Recomendação

A Remição pela Leitura é recomenda pelo Conselho
Nacional de Justiça (CNJ) e previsto na Lei de Execução
Penal (LEP). O programa de remição pela leitura objetiva
reduzir a pena dos internos utilizando obras literárias,
viabilizando a remição de quatro dias da pena, a cada livro e
resenha ou relatório de leitura de obras devidamente lidas e
a avaliadas.