Notícias

Projeto Remição pela Leitura aplica provas para reeducandos da UPI

Compartilhe no Google+ Compartilhe no Pinterest Compartilhe no LinkedIn Compartilhe no Tumblr

 

Cerca de 20 reeducandos da Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI) realizaram a prova escrita e oral do projeto Remição pela Leitura no último dia 29 de maio. Durante as avaliações, os participantes tiveram a oportunidade de expressar o que entenderam das obras lidas, proporcionando assim a fixação dos conhecimentos que adquiriram. O trabalho e os resultados foram considerados satisfatórios pela banca avaliadora.

A assistente social da Universidade Estadual do Amazonas (UEA) e convidada para o dia da prova, Ana Lúcia Pereira, explica que o projeto traz diversos benefícios para a vida dos internos, pois a leitura “expressa vida, conhecimentos e opiniões de vários autores, contribuindo para um melhor diálogo, formação de opinião e ocupação da mente”, afirma. Ela acrescenta que, além da redução da pena, o projeto auxilia na reinserção social, uma vez que ler abre a mente para novos mundos e possibilidades de vida.

Segundo o interno Renato Silva, o projeto o ajudou a aproveitar o período que cumpre sua pena para aprimorar seus conhecimentos. “O Remição pela Leitura é importante porque o aprendizado nunca é demais e também nos ajuda na redução do tempo encarcerados. Com ele eu desenvolvi o meu conhecimento em várias áreas”, relata.

Sobre o Projeto Remição Pela Leitura

O projeto Remição pela Leitura distribui livros, previamente selecionados pela equipe técnica, com avaliação escrita e oral, atendendo a metodologia do Conselho Nacional de Justiça – CNJ, estabelecida na Recomendação nº 44/2014, viabilizando a remição de 4 dias da pena, a cada livro e resenha/relatório de leitura de obras devidamente lidas e avaliadas. O trabalho realizado pela Umanizzare Gestão Prisional, que administra a UPI, também é previsto na Lei n.7210/84 de Execução Penal (LEP).

Publique um comentário