Category

Humanizar

Category

Reeducandos do regime fechado, do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj Fechado), recebem projetos com atividades educacionais, prevenção à saúde, planejamento familiar, esporte e lazer, e incentivos para remição da pena pelo estudo, por meio da Recomendação nº 44/2013 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Os projetos acontecem durante todo o ano por meio de uma programação mensal, desenvolvida pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) em parceria com a co-gestora das unidades prisionais, a Umanizzare Gestão Prisional Privada.

De acordo com o gerente técnico do Compaj Fechado, Antônio Valdecir, os reeducandos tiveram a oportunidade de participar, durante a última semana do mês de novembro, do projeto de planejamento familiar que teve como tema a prevenção de câncer de próstata.

Valdecir ressalta que, atualmente, dentro da unidade prisional do Compaj, existe o projeto Bambu, que nada mais é, do que o trabalho preparatório dos reeducandos para o Enem e Encceja com inserção educacional e cidadania. O gerente técnico explica que o projeto oferece um espaço didaticamente adequado e motivador para os detentos.

“Temos 40 reeducandos participando do projeto Bambu, e no projeto remição pela leitura temos entre 90 a 200 inscritos. Temos trabalhos ainda de planejamento familiar e o de artesanato, o Mãos Livres”, explica Valdecir.

O gerente técnico do Compaj comenta que no projeto mãos livres, existe um total de 13 reeducandos participando da atividade.

“Posso destacar o estímulo do trabalho em equipe, proporcionar aos participantes uma válvula de liberação da tensão por estarem privados da liberdade, a obtenção de conhecimento e a formação técnica profissional obtida a partir dos cursos”, comenta Antônio.