Category

Humanizar

Category

Internos do sistema prisional do Amazonas participam hoje (12/12) e amanhã (13/12) do Exame Nacional do Ensino Médio para pessoas privadas de liberdade (Enem-PPL), com aplicação em 18 unidades do Estado. A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), através da Escola de Administração Penitenciária (Esap), realizou a inscrição de um total de 521 internos na edição do Enem PPL deste ano.

Em busca da inserção educacional e resgate da cidadania, a Seap investiu nas inscrições tanto na capital quanto no interior. Estão realizando as provas um total de 378 internos da capital e 143 do interior do estado.

O secretário de Estado de Administração Penitenciária, coronel da Polícia Militar, Cleitman Coelho, destaca a participação dos internos no Enem PPL. “Toda nossa equipe está engajada nesta ação. Queremos que os internos se sintam confiantes e coloquem em prática tudo que aprenderam nas aulas diárias que receberam através do projeto ‘Bambu’, que tem a finalidade de preparar os detentos para este Exame”.

Ação conjunta – A participação dos internos do Amazonas no Enem PPL ocorre desde o ano de 2012 e já registrou um total de 42 aprovações, até a edição de 2016. Este resultado parte da ação conjunta entre Seap e a empresa Umanizzare Gestão Prisional, que por meio do Projeto Bambu oferece aos internos um espaço didaticamente adequado e motivador, que busca a educação formal mediante o estímulo do hábito pelo estudo, leitura e mudança de comportamento.

Para a gerente técnica da Umanizzare, Sheryde Karoline, o exame foi o incentivo que faltava para que os detentos tivessem acesso à educação e oportunidades concretas de um curso superior, visando o mercado de trabalho após o cumprimento da pena.

“Além do Enem, os participantes podem também concorrer a uma vaga no curso de ensino superior pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) ou Programa Universidade Para Todos (Prouni), seguindo o mesmo padrão aplicado aos alunos regulares do Ensino Médio”, enfatiza a gerente.

Áreas diversas – Os internos receberam aulas diariamente com os conteúdos nas áreas de Ciências Humanas, Exatas, Tecnológicas, Biológicas e Redação, preparando-os assim para as provas do Enem PPL e também para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (ENCCEJA).

No total, 18 unidades realizam as provas, entre elas todas as unidades da capital e dos municípios de Coari, Humaitá, Itacoatiara, Maués, Parintins, Tabatinga e Tefé. A lista dos aprovados deve ser divulgada nas primeiras semanas do mês de janeiro de 2018.