Category

Humanizar

Category

Detentos da Enfermaria Psiquiátrica do Centro de Detenção Provisória de Manaus (CDPM) assistirão neste fim de semana o filme “Logan”, último da série X-Men

Um herói fugindo do passado e entregue a bebida e ao isolamento. Esse é o personagem do filme Logan (Hugh Jackman), do mutante mais amado entre os X-Men pelos espectadores da série, que será exibido neste feriado de Nossa Senhora da Conceição, na programação do projeto Cine Cultura.

No filme, Logan que tem uma filha e que ela está sendo perseguida por forças obscuras. Essa é a sinopse básica de Logan, despedida de Jackman do papel que o consagrou, e que é a atração do projeto cultural realizado para os internos do sistema prisional pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e a co-gestora das Unidades Prisionais, a Umanizzare Gestão Prisional.

O projeto Cine Cultura tem como objetivo estimular a reflexão dos internos, após cada sessão exibida. De acordo com psicóloga, Neiva de Souza Mar, responsável pela Enfermaria Psiquiátrica do anexo do CDPM, o filme foi selecionado por mostrar a briga entre o bem e o mal e que, com tolerância e amor, os obstáculos podem ser superados com mais facilidade.

“Mesmo com as diferenças individuais e os conflitos internos de cada um, queremos levar a mensagem, ao exibir este filme para os reeducandos, de que com amor e tolerância é possível superar os obstáculos, os medos do isolamento, reforçando inclusive a importância da relação deles com a família”, afirma a psicóloga.

Projeto – O “Cine Cultura foi idealizado há seis meses pela Umanizzare e é uma atividade realizada semanalmente, todas as sextas-feiras.  As produções, de estilos variados, acompanhadas pela tradicional pipoca e refrigerante, são selecionadas pela equipe técnica de acordo com o tema a ser abordado e buscam trabalhar os conflitos, ou educar e orientar ludicamente.  Após o filme, é aberto um espaço para que os reeducandos possam expressar o que sentiram e debaterem sobre o que aprenderam.

Para a assistente social da Umanizzare, Carla Rute Maia de Oliveira, durante a semana os reeducandos ficam na expectativa do “dia do cinema”. Ainda segundo ela, eles ficam curiosos sobre qual o filme que será apresentado.

“O cinema, no âmbito educativo, proporciona um ambiente ideal para ajudar as pessoas privadas de liberdade a tomarem decisões conscientes e responsáveis. Além disso, o trabalho junto aos pacientes psiquiátricos se torna ainda mais humanizado, descontraído”, explica a assistente social da Umanizzare.