Notícias

Quarenta internos de Itacoatiara passam por avaliação no Remição pela Leitura

Compartilhe no Google+ Compartilhe no Pinterest Compartilhe no LinkedIn Compartilhe no Tumblr

Quarenta internos da Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI), passaram por avaliação escrita do projeto Remição pela leitura, entre os dias 17 e 18 de dezembro.  A prova consistia em elaborar uma resenha crítica sobre a obra lida pelos internos, obedecendo os critérios do relatório de leitura (estrutura textual, limitação ao tema e fidedignidade da resenha).

O projeto tem como proposta tornar mais brando o processo penal, assegurando o direito ao conhecimento, à educação e à cultura. Além de buscar a potencialização dos valores humanos dos internos, a atividade é também uma forma de crescimento intelectual, gera a diminuição do sentimento de exclusão da sociedade e evita a ociosidade no ambiente penitenciário.

Além disso, o projeto visa diminuir a pena dos internos participantes através da leitura de obras, por isso as avaliações. A cada livro lido e avaliado, poderão ser diminuídos 4 dias da pena, limitando ao máximo a leitura de 12 livros ao ano, conforme a Recomendação nº 44, do CNJ.

Para o reeducando, Ivanildo Guimarães, a importância de participar é devido ao conhecimento e sabedoria, tendo a expectativa de cada vez mais superar os seus conhecimentos com histórias lindas e importantes.

Para a psicóloga, Patrícia Mendes, o projeto estimula novos conhecimentos e diferente formas de interagir. “Após cada leitura é feita a reflexão do que essa história lida traz para a vida de cada um e só depois é que os participantes passam pelo processo de avaliação”, explica a psicóloga.

 As resenhas serão avaliadas pelos acadêmicos do curso de direito da Universidade do Estado do Amazonas – UEA que irão atribuir a nota, juntamente com o Juiz Saulo Góes Pinto.

Publique um comentário