Cursos e Palestras

Presos de Itacoatiara recebem palestra sobre os perigos da automedicação

Compartilhe no Google+ Compartilhe no Pinterest Compartilhe no LinkedIn Compartilhe no Tumblr

Com o objetivo de orientar e conscientizar os internos das unidades prisionais, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e a Umanizzare Gestão Prisional, empresa que faz a cogestão de cinco presídios do Amazonas, realizou na Unidade Prisional de Itacoatiara mais uma rodada de palestras para orientar e conscientizar a respeito dos riscos da automedicação.

Com o tema: “Diga não à automedicação”, 51 reeducandos da UPI, divididos entre os pavilhão A; triagem e enfermaria – puderam assistir a palestra e tirar dúvidas sobre o assunto após os esclarecimentos. Na oportunidade a enfermeira, Graciane Fábio, ressaltou que muitas vezes a automedicação, é vista como uma solução para o alívio imediato de alguns sintomas, porém, conforme ela, tomar remédios por conta, sem a orientação médica, pode trazer sérios perigos para a saúde da pessoa. 

“Na prática quando usamos medicamentos de forma incorreta, podemos agravar outras doenças ainda não identificadas e até mesmo escondidas, justamente pelo uso inadequado e que acaba camuflando alguns sintomas”, disse a profissional aos reeducandos. 

Todo medicamento possui riscos que são os efeitos colaterais. Entre os mais frequentes para a saúde daqueles que estão habituados a se automedicar estão o perigo de intoxicação e resistência aos remédios. 

“Esse tema é importante, pois o uso de remédios de maneira incorreta ou irracional pode trazer, ainda, consequências como: reações alérgicas, dependência e até a morte”, acrescentou a enfermeira.

Publique um comentário