Notícias

Remição pela Leitura: leitura diminui a reincidência criminal

Compartilhe no Google+ Compartilhe no Pinterest Compartilhe no LinkedIn Compartilhe no Tumblr

A possibilidade de remir a pena por meio da leitura é uma realidade na Unidade Prisional de Itacoatiara. Nos dias 28 e 29 de agosto, cerca de 18 reeducandos da unidade realizaram mais uma prova do Projeto Remição Pela Leitura, com explanação oral sobre a obra lida, para a banca avaliadora, composta por colaboradores da Umanizzare e um representante da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Para a gerente técnica da UPI, Maria Domingas Printes, o projeto vem sendo realizado com sucesso, pois além de diminuir consideravelmente a ociosidade dos reeducandos, possuir caráter ressocializador, diminuindo a reincidência criminal.

O Projeto Remição pela Leitura é desenvolvido pela Umanizzarre Gestão Prisional –  empresa que a faz cogestão em seis unidades da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e os internos que conseguem se destacar com boas notas, podem ganhar um dia a menos na prisão.   

“Este projeto é importante pois nos leva a compreender as diversidades de pensamentos humano no qual necessita de reabilitação para a cidadania, a remição pela leitura propõe ao reeducando o prazer de ler levando os mesmos a preparação para cidadãos letrados, buscando um futuro diferenciado no meio social”, enfatizou o professor Manoel da Encarnação Coutinho, que fez parte da banca avaliadora.

O reeducando Rondineli Abreu Cavalcante participou do certame e afirmou que o projeto lhe proporcionou novos olhares. “É muito importante, pois contribui de forma direta com a participação do reeducando no processo de ressocialização dentro e fora da unidade prisional”, disse Rondineli.  

Publique um comentário