Notícias

Projeto “O Pequenino”

Compartilhe no Google+ Compartilhe no Pinterest Compartilhe no LinkedIn Compartilhe no Tumblr

Filhos de presos têm espaços lúdicos nos presídios

 

Crianças ocupam o tempo se divertindo, desenhando e pintando enquanto os pais estão no horário de visita

 

Atendendo recomendações do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e Umanizzare Gestão Prisional Privada desenvolvem no sistema penal o projeto “O Pequenino”, que atende os filhos de presos durante o horário de visitas nas unidades prisionais.

O projeto tem, entre outras finalidades, ocupar as crianças com ações lúdicas e pedagógicas dentro de um espaço adequado, tornando o ambiente menos traumático para os menores enquanto a família visita os reeducandos.

Segundo a gerente técnica da Umanizzare, Sheryde Karoline, no projeto as crianças ocupam o tempo se divertindo, desenhando e pintando. Também utilizam brinquedos produzidos com materiais reciclados, como: papelão, garrafas pets de refrigerantes e borrachas, feito pelos próprios internos.

“Ao invés de ficar ociosas, a criança tem um acompanhamento diferenciado para a leitura, aprendizado, psicomotricidade e brincadeiras, enquanto a família visita seus pais”, explica a Sheryde.

Itacoatiara – Diferente das outras unidades, quando o projeto é realizado durante o cadastramento da família em dias de semana, em Itacoatiara, município localizado a 170 km em linha reta de Manaus, ele acontece nos finais de semana, aos sábados e domingos, das 8h às 11h.

De acordo com a gerente técnica da Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI), Maria Domingas Printes, a cada fim semana, a unidade chega a receber entre 15 a 20 crianças.  “Pais e filhos passam boa parte do tempo brincando ou lendo livros e isso ameniza as tensões geradas no ambiente carcerário, sem dizer que aproxima a família, se tornou um elo entre o interno e o filho”, ressalta a gerente.

Publique um comentário