Humanizar

Projeto de Planejamento Familiar leva informações à reeducandos de Itacoatiara

Compartilhe no Google+ Compartilhe no Pinterest Compartilhe no LinkedIn Compartilhe no Tumblr

Iniciativa, que faz parte de projeto de ressocialização da Umanizzare, traz roda de conversa para conscientizar reeducandos e seus familiares sobre gravidez, doenças e família

No dia 03 de agosto, a Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI) promoveu roda de conversa e orientação sobre planejamento familiar, ministrada pela assistente social Ana Maria Bezerra, integrante da equipe técnica multidisciplinar da Umanizzare Gestão Prisional. Durante a ação, as esposas dos internos que estavam presentes na unidade foram conscientizadas sobre questões relacionadas à gravidez e à família.

A assistente social enfatizou a importância do planejamento familiar, e convidou as mulheres para participar dos próximos encontros com seus esposos na unidade. De acordo com Ana Maria, o intuito é oferecer mais orientações aos casais participantes e, com isso, aumentar o vínculo familiar dos reeducandos. “Queremos contribuir com o acesso às informações de métodos contraceptivos, que diminuem riscos de contração de doenças sexualmente transmissíveis e permitem que a família opte e decida se e quando quer ter filhos”, afirma.

Além de informar reeducandos e suas famílias, o projeto também permite um momento de interação familiar, muito importante para os internos, que, no contexto de cárcere, vivem longe de suas famílias. Os presentes ainda tiveram acesso aos seus direitos e deveres perante a Lei do Planejamento Familiar, prevista na Constituição para orientar e conscientizar a respeito da gravidez e da instituição familiar. A palestra faz parte do Projeto de Planejamento Familiar, integrando um conjunto de iniciativas da Umanizzare para ressocialização do reeducando.

Sobre o Projeto de Planejamento Familiar

O Projeto de Planejamento Familiar e Prevenção às ISTs e AIDS, proporciona aos reeducandos (as) e cônjuges um momento de conhecimento, reflexão e esclarecimento quanto aos acessos e recursos disponíveis de métodos contraceptivos nas Unidades Básicas de Saúde. Além de apresentar os benefícios da Assistência Social, promove a valorização da família como base para a construção de indivíduos em sociedade, mediante palestras e entrega de informativos.

 

Publique um comentário