Notícias

Colaboradores da Umanizzare no Amazonas realizam capacitação em inspeção eletrônica

Compartilhe no Google+ Compartilhe no Pinterest Compartilhe no LinkedIn Compartilhe no Tumblr

O Departamento Nacional Penitenciário (Depen) promoveu nos dias 15 e 16 de fevereiro a capacitação Inspeção eletrônica para acesso de pessoas, objetos, veículos e materiais em estabelecimentos penitenciários para funcionários da Empresa Umanizzare e servidores do Sistema Prisional do Amazonas. Durante dois dias, os professores da Escola Nacional de Serviços Penais (Espen) repassaram aos participantes do curso informações sobre manuseio e manutenção dos novos equipamentos doados à Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) pelo Depen.

Capacitação e inspeção eletrônica aos funcionários da Umanizzare
Capacitação e inspeção eletrônica aos funcionários da Umanizzare

As atividades foram realizadas no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), uma das três unidades no Amazonas que receberão os novos equipamentos. Máquinas de raio-X, portal detector de metais, raquete e banquetas estão entre as aquisições que, em breve, passarão a ser utilizadas nas entradas de visitantes e trabalhadores das unidades prisionais. O Amazonas é o penúltimo estado a receber as máquinas e a capacitação.

Capacitação e inspeção eletrônica aos funcionários da Umanizzare
Capacitação e inspeção eletrônica aos funcionários da Umanizzare

O conteúdo do curso incluiu disciplinas de políticas penais brasileiras e regramentos sobre inspeção, registro e controle de ocorrências diárias nos postos de serviço, funcionalidades e a manutenção dos equipamentos, além do estabelecimento e fluxos de inspeção com base no uso adequado de cada equipamento. As aulas contaram com a presença e coordenação da diretora da Espen, Sônia Cabral, gerentes operacionais, supervisor e auxiliares e agentes de socialização da Umanizzare Gestão Prisional.

O secretário executivo adjunto, major Klinger Paiva, participou da abertura do curso e destacou a importância dos funcionários e servidores da secretaria se empenharem na absorção das informações para o conhecimento pleno e correta execução dos serviços. “Quem foi escalado para participar do curso terá a responsabilidade de repassar essas informações aos colegas, por isso a necessidade de dedicação e atenção às informações do curso para que o conteúdo seja repassado corretamente aos demais”.

O Depen pretende com essa ação de modernização incrementar o nível de segurança nos presídios brasileiros, evitando o ingresso de itens proibidos a exemplo de armas, drogas e telefones celulares, além de propiciar a humanização dos procedimentos de inspeção evitando a realização da revista vexatória.

Comments are closed.